top of page

A arquearia é uma das mais antigas artes ainda praticadas, iniciada aproximadamente à 20.000 AC. Ao longo dos anos destacou-se como arma de guerra e, devido o advento da pólvora, perdeu espaço como arma bélica, porém, conquistou outro espaço, o do esporte.

 

Na trajetória dos Jogos Olímpicos, o arco e flecha foi incluído na disputa muito antes da fundação da FITA (Fundação Internacional de Tiro com Arco). Na edição de Paris, em 1900, houve competição da modalidade pela primeira vez, tendo se repetido nos Jogos de St. Louis-1904, Londres-1908, e Antuérpia-1920. Entre os anos de 1924 e 1968, o tiro com arco deixou de fazer parte do programa olímpico, tendo retornado apenas em 1972, em Munique, de forma permanente até os dias de hoje.

 

Nas Paralímpiadas o Tiro com Arco é representado nas categorias Recurvo e Composto, nomeadas de acordo com o arco que o atleta usa para atirar. As provas de Recurvo são realizadas com o alvo a uma distância de 70m e as de Composto a uma distância de 50m. 

bottom of page